O Designathon, parceria do DAD com o SEBRAE, ocorreu entre os dias 6 e 8 de novembro, durante a 11ª Semana Design PUC-Rio e foi ministrado pelos professores Marcelo Pereira, Guilherme Toledo, Augusto Siebel, Claudia Kayat e Gabriela Vaccari. O workshop interdisciplinar teve como objetivo criar e desenvolver objetos para casa, a partir do conceito de Internet das Coisas (IoT).

Ao todo participaram 20 alunos de diferentes cursos da PUC-Rio divididos em 5 equipes e cada uma elaborou sua proposta, desenvolveu um protótipo e apresentou seu projeto final em apenas 48 horas. O juri composto por Micaela Góis (Santa Ajuda), Túlio Mariante (curador de design MAM-Rio), Sandro Schuback (Morar Mais), Luisa Novaes (DAD/PUC-Rio) e Marcos Vasconcellos (SEBRAE) elegeu o Projeto TOM como vencedor, que recebeu prêmios pelo valor de oito mil reais do SEBRAE.

Conheça os projetos e seus participantes:

TOM (vencedor): é uma tecnologia não invasiva que combina a mais moderna inteligência artificial aos rudimentares componentes elétricos (lâmpadas e tomadas) da casa de idosos que perderam a autonomia. Seu objetivo é ajudar os familiares que se responsabilizam diariamente pelo monitoramento e saúde dessas pessoas. Com itens simples de monitoramento e auxilio, a era de equipamentos inteligentes se torna mais acessível a grande parte da população que hoje não tem recursos para investir em soluções como cuidadores profissionais e casas de repouso especializadas.

Equipe:
Daniel Nasajon – Projeto de Produto
Ricardo Weissenberg – Projeto de Produto
Sibelius Claussen – Projeto de Produto
Ana Beatriz Barcellos – Programa de Pós Graduação de Engenharia

 


Berço BLOOM: O berço BLOOM foi projetado para atender pais de primeira viagem a acompanhar o desenvolvimento do seu bebê. Para a forma do berço, nos inspiramos em como a natureza aconchega seus filhotes, como ninho, ovo e útero. Além do design arrojado e inovador, o berço conta com uma tecnologia de ponta para o monitoramento do bebê. Sensores espalhados em pontos estratégicos podem medir o batimento cardíaco, reconhecer o tipo de choro, rastrear o peso e o crescimento, dentre outras funcionalidades. A inteligência no processamento desses dados, permite que o berço aprenda com as especificidades de cada criança. Ao diminuir a ansiedade e a insegurança, acreditamos que essa primeira viagem possa ser experimentada com mais tranquilidade, melhorando a qualidade das relações entre família.

Equipe:
Juliana Nunes Barbosa – Pós-Graduação em Design
Cynthia de Lima Santos – Projeto de Produto
Ricardo Santoro Weissenberg – Projeto de Produto
Marcela de Casteja – Engenharia

 


Minha Horta: O projeto Minha Horta tem por objetivo promover uma alimentação pessoal saudável de forma sustentável.
O sistema funciona entendendo as necessidades nutritivas do usuário através da conectividade com os seus aplicativos de saúde, sugerindo quais alimentos devem ser adicionados à sua dieta.
Através de módulos de horta autogerenciáveis, o usuário não precisa ter conhecimento prévio sobre agricultura, uma vez que a climatização ideal dos alimentos é garantida pelos sensores de umidade, temperatura e pH do solo.
Quando o alimento está pronto para a colheita, o usuário é informado e o sistema compreende quais alimentos estão sendo retirados, sugerindo receitas que se adequem à sua saúde.

Equipe:
Flávia Pareja – Projeto de Produto
Alessandra Kuan Hou Wen – Projeto de Produto
Marcela Araújo Rodrigues – Projeto de Produto
Sofia Quadros Affonseca – Projeto de Produto

 


Gan: Gan é um sistema inteligente conectado a uma impressora 3D que permite que o usuário crie seus próprios wearables, tecnologias vestíveis, e utensílios domésticos inteligentes com matéria prima natural.
O sistema monitora o ambiente que o usuário vive, analisando a temperatura do local, os hábitos das pessoas que vivem na casa e, a partir disso, sugere a melhor matéria prima natural que deve ser utilizado para imprimir os objetos e tecidos com tecnologia inteligente embutida.
Desenvolvido para um mundo em que a preocupação com o consumo exacerbado e com a insustentabilidade dos ciclos de produção atuais cresce cada vez mais, Gan é uma alternativa para aqueles que querem ter a autonomia de produzir suas próprias roupas e tecidos de maneira sustentável e personalizada.

Equipe:
Tiago Henrique Gomes de Lima – Projeto de Produto
Beatrice Catarine Chagas Terço – Mídia Digital
Diogo Rosa Barbosa – Projeto de Produto
Cláudia Carina Acosta Bonifácio – Projeto de Produto

 


Mae: A Mae é um sistema de monitoramento de saúde pervasivo. O dispositivo é composto de uma central de processamento conectada à uma série de micro-sensores adesivos que ficam espalhados pela casa. Podem ser colados na escova de dentes, ou no barbeador, por exemplo. Com os micro-sensores, é possível, sem nenhum furo ou coleta de material, fazer exames de sangue, fezes e urina diariamente, além de monitorar a temperatura do corpo, frequência cardíaca e pressão. O dispositivo é feito para não ser visto nem sentido, e pode ser adaptado a objetos de uso diário do usuário.

Equipe:
João Ricardo Madeira da Costa – Projeto de Produto
Ana Roca Deffense – Projeto de Produto
Monique Roque – Projeto de Produto
Diogo de Freitas Infante Vieira – Engenharia