Ex aluna do DAD é indicada para Prêmio PIPA 2018

Manoela Medeiros, ex aluna do DAD, foi indicada ao Prêmio PIPA 2018. Manoela utiliza em sua pesquisa diferentes mídias, como: escultura, pintura e instalação. Tendo a presença e a utilização do corpo como o principal instrumento no processo de pesquisa do seu trabalho, a artista tenta tocar abstrações através de questionamentos sobre tempo e espaço, vazio e invisível.

O Prêmio PIPA é uma parceria entre o Instituto PIPA e o MAM-Rio. Foi criado em 2010 para ser o mais relevante prêmio brasileiro de artes visuais. É coordenado pela equipe do Instituto PIPA. Sua missão é divulgar a arte, artistas no Brasil e o MAM-Rio, estimular a produção nacional de arte contemporânea, motivando e apoiando novos artistas brasileiros. O prêmio tem como objetivo premiar e consagrar artistas já conhecidos no mercado de arte brasileiro que vêm se destacando por seus trabalhos. Ele não busca descobrir novos talentos totalmente desconhecidos.

Manoela já apresentou seu trabalho na Galeria Thaddeus Ropac (Paris), Fundação Iberê Camargo (Porto Alegre), Fortes D’Aloia & Gabriel (São Paulo), Caixa Cultural (Rio de Janeiro), Le Beffroi (Paris), entre outros. Dentre suas exposições individuais recentes destacam-se “Poeira Varrida” na galeria Fortes D’Aloia & Gabriel (São Paulo, Brasil), 2017 e “Falling Walls” Double V Gallery (Marselha, França), 2017.